Serviços de limpeza são mantidos pela Prefeitura de Juazeiro para evitar proliferação de doenças

Luzete Nobre/SESP

Diariamente, a Prefeitura de Juazeiro, por intermédio da Secretaria de Serviços Públicos (SESP), desenvolve uma série de serviços de limpeza em toda a cidade. Diante do quadro de pandemia do novo coronavírus (covid-19), esses serviços estão sendo mantidos por serem essenciais, sobretudo para controle da proliferação de outros tipos de doenças que são ligadas diretamente à manutenção da higiene e limpeza da cidade. 

São serviços como limpeza de canais, varrição de ruas, calçadões e vias, coleta de entulho, recolhimento de descarte irregular, capinação, poda, manutenção de áreas verdes e praças que garantem à cidade um aspecto mais limpo e com menos propensão ao desenvolvimento de vetores que prejudiquem a saúde da população. 

O prefeito de Juazeiro, Paulo Bomfim, explica a importância de manter a limpeza como serviço essencial. “Todas as atividades estão em andamento e não podem parar, inclusive, a manutenção desses serviços. Estamos em meio a uma pandemia e a gestão municipal está debruçada no controle da mesma, mas não podemos deixar de lado os outros cuidados porque doenças como a dengue, por exemplo, não deixaram de existir por causa do coronavírus e, portanto, precisam ser cuidados, inclusive, por meio da limpeza da cidade”, enfatizou Paulo Bomfim.

O secretário de Serviços Públicos, Celso Leal, ressalta que os cuidados com a limpeza da cidade são de extrema importância em toda e qualquer circunstância. “Não podemos deixar de nos preocupar com outros problemas causados e que são de grande responsabilidade do serviço de limpeza pública, como os outros vetores que também trazem transtornos para a sociedade, caso não haja limpeza, a exemplo do Aedes aegypti – dengue, zika e chikungunya. Outra questão, é que, com a proximidade das chuvas, o processo de limpeza de canais, galerias de águas pluviais, entre outros componentes do sistema de drenagem, se intensifica”, falou Celso Leal. 

Em relação aos equipamentos de proteção individual (EPI’s), o secretário chama atenção para a importância do isolamento social, também, como forma de proteger os trabalhadores que atuam nesse serviço essencial. “Esses trabalhadores atuam para ajudar a população e se arriscam para isso. Portanto, o isolamento social pode ser uma das formas de resguardar essas pessoas que trabalham pela cidade”, destacou Celso Leal.

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo