Juazeiro/BA, 24 de maio de 2019


SEDUR sensibiliza freqüentadores da Orla para o descarte correto do lixo

ASCOM em 15/abr/2019 -

Por Gardennia Garibalde/SEDUR

Sensibilizar os cidadãos a adotar práticas mais conscientes, a exemplo do descarte correto do lixo, em prol da conservação do meio ambiente. Foi assim que a Prefeitura de Juazeiro, por meio da Secretaria de Obras e Desenvolvimento Urbano (SEDUR), realizou na última sexta-feira (12) na Orla, mais uma ação educativa do Parque Fluvial com o público que freqüenta os estabelecimentos da área.

A ação, executada pela Projesol, empresa contratada pela Prefeitura através de processo licitatório, para desenvolver as atividades faz parte da Meta 1 do Parque Fluvial e tem como objetivo trabalhar a educação ambiental e desenvolver o sentimento de pertencimento na população. “Hoje a nossa abordagem contou com a parceria dos atores da Companhia de Teatro 1º Ato, que de forma lúdica orientou sobre o descarte correto dos produtos após o seu devido consumo. Já a nossa equipe fez a distribuição de panfletos educativos, tudo voltado para a problemática do descarte de resíduos, materiais jogados de forma incorreta tanto na área da Orla como no Parque Fluvial”, explica a coordenadora dos trabalhos da Meta 1, Dayse Lucy.

Para o diretor da Companhia de Teatro 1º Ato Devilles Sena, a intervenção é de suma importância para despertar na população a atenção para o Parque Fluvial e a necessidade do envolvimento de todos para manter. “Sou a favor de tudo que eleve a nossa cidade, que melhore a qualidade de vida da população e o Parque Fluvial representa tudo isso. Então nada mais justo que darmos nossa parcela de contribuição e através da nossa arte chamarmos a atenção de todos para o papel que cabe a cada cidadão desenvolver”, declarou Devilles.

O secretário de Obras e Desenvolvimento Urbano Hemerson Guimarães, explica que as ações educativas vêm sendo desenvolvidas simultaneamente com a obra do Parque Fluvial. “Várias oficinas educativas vêm sendo desenvolvidas com públicos variados, aqui no Parque e nas escolas. Entendemos que, com a união da comunidade e a gestão municipal teremos um Parque Fluvial bem cuidado, preservado e através dessas ações fortalecermos essa parceria que só traz benefícios para a nossa cidade”, ressaltou o secretário Hemerson Guimarães.

Sensibilizados – O estudante Edmundo Gonçalves aprovou a ação educativa e comentou que a educação é a base de tudo. “Gostaria de parabenizar a equipe pela iniciativa que tem foco na preservação do meio ambiente. Aqui na Orla a gente encontra diversas pessoas descumprindo a lei. É preocupante, principalmente para as futuras gerações. O município atua, limpa, só que o povo precisa aprender, entender que também somos responsáveis e se não soubermos cuidar e usar de forma correta, isso trará conseqüências para todos nós”, comentou o estudante.

A fotógrafa Diana Duarte, considerou importante esse tipo de abordagem para reforçar a questão de descartar corretamente os resíduos. “Tem que estar sempre sensibilizando as pessoas para que isso não aconteça. Jogar lixo nas ruas, terrenos, num equipamento como esse que é cartão postal, é muito errado. Lixo tem que ser jogado no lixo. A gestão está de parabéns pela forma que desenvolveu a abordagem, levando além de educação também a cultura”, observou.

O público que estava trabalhando também se mostrou consciente e aprovou a intervenção, a exemplo do comerciante Jairo Souza, que acompanhou atentamente a apresentação dos atores. “É muito importante tentar conscientizar as pessoas. É copo, garrafinhas, diversos materiais que são jogados aqui na Orla. É necessário conseguir, aos poucos, cortar hábitos que prejudiquem o meio ambiente”, declarou.

Meta 1 – O Parque Fluvial está dividido em três etapas: Meta 1 – educação ambiental, Meta 2 – projeto e a Meta 3 – execução da obra.  A Meta 1 tem como objetivo a realização de atividades educacionais voltadas para o meio ambiente, como estratégia para envolver a população a partir do conhecimento sobre a orla fluvial do rio São Francisco e sua importância ambiental e socioeconômica, necessárias para a implantação do Parque Fluvial.

Parque Fluvial – A obra do Parque Fluvial é uma iniciativa da Prefeitura de Juazeiro, através da SEDUR, fruto de uma parceria do Fundo Nacional de Meio Ambiente (FNMA) do Ministério do Meio Ambiente e do Fundo Socioambiental da Caixa Econômica Federal. A intervenção tem como objetivo promover a revitalização física e paisagística de toda a área considerada como degradada da Orla Fluvial, no trecho entre o muro da Marinha e o início do bairro Angari.

 

Até o momento já foram executadas a implantação de academias da saúde, parques infantis, pista de skate, 98% da extensão da pista de Cooper, ciclovia em toda a extensão do parque, recuperação do campo de esportes, das quadras poliesportivas e de areia, implantação de novas escadarias de acesso e rampa de acessibilidade, implantação do piso em intertravado e pintura do teto na área do Terminal hidroviário. As barracas que ficavam próximas à Marinha, já foram retiradas da margem do rio por questões ambientais e serão ordenadas e padronizadas na área da calçada que será ampliada. Atualmente está em execução a iluminação e ainda serão construídos o terminal hidroviário, os quiosques padronizados e área dos caiaques.

 

 

Logo-Juazeiro-BA-simples

Copyrigth © 2017 Prefeitura Municipal de Juazeiro