Secretaria da Saúde realiza capacitação sobre Dependência Química no Conselho Municipal Antidrogas de Juazeiro

Elinete Carvalho/ Estagiária SESAU

Nesta quarta-feira (30) a Secretaria da Saúde de Juazeiro, através das diretorias da Educação Permanente e Vigilância Epidemiológica, realizou uma capacitação no Centro de Saúde III, sobre Dependência Química. O curso é voltado aos representantes do Conselho Municipal Antidrogas de Juazeiro (COMAD), além das equipes multidisciplinares dos Centros Terapêuticos da cidade. A ação tem como finalidade contribuir com o combate ao uso de drogas no município.

A Gerente de Educação Permanente Clenilda Ananias, ressalta que a secretaria da saúde de Juazeiro, através da diretoria de Educação Permanente e Humanização está empenhada em promover conhecimentos na esfera comportamental e na esfera técnica para que os profissionais possam prestar melhor atendimento à população. “É sempre importante atualizar os conhecimentos para contribuir mais e melhor com desenvolvimento da população e com o enfretamento em relação à prevenção ao uso de drogas, em Juazeiro”, destaca Clenilda Ananias.

O representante da Secretaria de Segurança Pública, Fernando Almeida, afirma que a capacitação amplia o conhecimento dos participantes. “Temos certa convivência com esta questão. Esse é um momento ímpar que possibilita reviver algumas coisas e também agregar, através da troca de conhecimento, ampliando o nosso aprendizado. Além disso, esclarece o público presente sobre o que a lei exige para o funcionamento das casas terapêuticas”, frisa Fernando Almeida.

O Conselho Municipal Antidrogas de Juazeiro funciona há quatro anos e é composto por representantes de vários segmentos, da Polícia Militar e Polícia Civil, representante da educação, da saúde, do Conselho Tutelar ligado à assistência social e também às casas terapêuticas. “Atuamos junto com o Ministério Público, na questão da fiscalização destas casas terapêuticas, se estão funcionando de acordo com o que diz a lei com intuito de ajudar o funcionamento e a criação de planejamento de políticas públicas no combate ao uso das drogas na cidade”, explica o presidente do COMAD, Sidnei Honorato Santos.

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo