Juazeiro/BA, 30 de outubro de 2020


Covid-19

Profissionais da SEDUC, SESAU e SEDIS de Juazeiro discutem sobre abordagem aos jovens em risco de suicídio

ASCOM em 27/abr/2017

Por Emanuelle Lustosa/SEDUC

Profissionais das secretarias de Educação e Juventude, Saúde, Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade de Juazeiro e do Colégio Geo, discutiram nesta quarta-feira (26), no auditório da DIREC, sobre a abordagem adequada aos adolescentes e jovens, após assistirem a webpalestra, “Aspectos técnicos e éticos na abordagem do paciente em risco de suicídio”, ministrada por Soraya Carvalho, psicóloga do Núcleo de Estudo de Prevenção do Suicídio (NEPS), da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab).

A palestrante falou sobre os fatores de risco do suicídio, as abordagens inadequadas das equipes de saúde e de outras áreas, os aspectos éticos na abordagem, entre outros pontos necessários para que os profissionais busquem se preparar mais sobre o tema. “Devemos respeitar a condição emocional, e nunca minimizar, desvalorizar, comparar, rotular, abandonar ou desafiar o paciente. Além disso devemos evitar julgamentos prévios e preconceituosos, e levar a sério o problema, escutá-lo sem julgamento, oferecer ajuda e acompanhar”, evidenciou a palestrante Soraya Carvalho.

“A palestra foi muito esclarecedora, nos ajudou a tirar dúvidas, desconstruir mitos e alertar para os sinais e sintomas da formação da ideia suicida. O próximo passo é desenvolver ações voltadas para orientar e preparar os profissionais que trabalham diretamente com crianças e adolescentes. Já estamos programando um curso que será oferecido para professores, psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros entre outros profissionais, e depois disso vamos realizar encontros com os pais, alunos e familiares nas unidades escolares”, disse a assessora de projetos da SEDUC, Gilmara Lacerda.

Após a palestra, a superintendente e psicóloga da Saúde, Lorena Pesqueira conduziu a roda de conversa, onde os profissionais levantaram questões sobre os pontos abordados e apresentaram sugestões e ações para serem realizadas no município. “É um assunto que nos desperta atenção e muito cuidado, e por isso precisamos unir forças frente a este grave problema, que é o aumento da automutilação e suicídio de jovens. Por isso estamos aqui reunidos para formar um grupo com profissionais dos CRAS, CREAS, Educação, Saúde, Social, escolas das redes municipal, estadual e particular”, pontuou a psicóloga.

De acordo com a secretária da SEDIS, Cida Gama, a informação e a prevenção devem ser as principais ferramentas para trabalhar com os adolescentes. “Os profissionais serão multiplicadores das questões repassadas pela psicóloga Soraya Carvalho, que realizou uma excelente palestra, e também das formações e encontros que vamos realizar”, evidenciou Cida.

Um dado preocupante é que o índice de suicídio na adolescência está crescendo no Brasil, e segundo as psicólogas presentes na palestra, é fundamental abordar o assunto sem preconceitos, pois, as famílias precisam acompanhar com mais sensibilidade à vida dos filhos, acompanhar suas redes sociais, observar comportamentos estranhos e, sobretudo, conversar e conscientizar a respeito das consequências de práticas perigosas na internet.

Logo-Juazeiro-BA

Copyrigth © 2020 Prefeitura Municipal de Juazeiro