Juazeiro/BA, 23 de setembro de 2020


Covid-19

Profissionais da saúde participam de capacitação sobre Infecções Sexualmente Transmissíveis em Juazeiro

ASCOM em 19/dez/2018

Débora Sousa/SESAU

 

Entre os dias 17 e 19 de dezembro, profissionais da Atenção Básica da saúde pública de Juazeiro participaram de uma capacitação sobre Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s) em especial sobre sífilis. O tema foi trabalhado pela equipe da Vigilância Epidemiológica do município.

O encontro reuniu médicos e enfermeiros das Unidades Básicas de Saúde e teve como principal objetivo a requalificação dos profissionais para a prevenção das IST’s e quando já diagnosticado os devidos encaminhamentos e os tratamentos adequados. Em Juazeiro, o Centro de Infecções em IST, HIV e AIDS (CIDHA) localizado na Avenida Carmela Dutra possui uma equipe qualificada para o acompanhamento e devido tratamento.

De acordo com o médico infectologista Washington Luis o propósito é atualizar os profissionais da rede primária de atenção sobre as IST’s e suas evoluções: “o objetivo central é qualificar os profissionais que estão na ponta de atendimento que é a atenção básica, é lá que se inicia toda e qualquer prevenção, uma vez que é neste ponto que estamos trabalhando, prevenir”, pontuou.

Para saber se é portador das IST’s como sífilis, HIV ou as hepatites virais como a B e C, o juazeirense pode procurar qualquer unidade básica de saúde e solicitar o teste rápido, através de uma furada no dedo e coleta do sangue dentro de 20 minutos o paciente já tem o resultado. Todo o procedimento é realizado de maneira sigilosa pela profissional da unidade.

A enfermeira Raquel Loura afirma ter sido um dia bem produtivo e de muita aquisição de conhecimentos. “Foi ótimo este momento. É importante estarmos atualizados dos novos estudos e ressaltar a importância da prevenção, além de ser uma constante troca de conhecimentos. Deveria existir mais vezes encontros como este”, finalizou.

Em Juazeiro de janeiro até outubro deste ano foram realizados 8.472 testes rápidos, destes 477 tiveram resultado positivo para sífilis. Neste mesmo período foram notificados 69 casos de sífilis em gestante e 39 casos de sífilis congênita, este último é a transmissão da mãe para bebê durante a gestação ou o parto e pode ocasionar má formação do feto e até mesmo o aborto. Todo o tratamento para qualquer Infecção Sexualmente Transmissível é assegurado gratuitamente e de maneira sigilosa pelo SUS.

Outra profissional que esteve atenta e relata a importância de capacitações é a médica Elinalva Borges. “Momentos como este são de suma importância e aqui podemos discutir o que não está dando certo para que haja este crescente número de pessoas infectadas por IST mesmo com todos os recursos e métodos de prevenção. Aqui é uma atualização, nos mostra onde devemos intensificar nossa atenção e assim, evitar mais casos”, pontuou.

O encontro aconteceu em um mês dedicado à prevenção de AIDS uma infecção também transmitida através da relação sexual e, a Secretaria Municipal da Saúde está intensificando as buscas através dos testes rápidos nas Unidades Básicas de Saúde.

A Secretária de Saúde Fabíola Ribeiro ressalta a importância dos cuidados individuais “é importante que as pessoas tenham consciência que o preservativo não só evita a gestação, como impede que as IST’s sejam transmitidas de uma pessoa para outra. Qualquer dúvida, nossos profissionais da atenção básica estão preparados para sanar”, concluiu.

 

 

Logo-Juazeiro-BA

Copyrigth © 2020 Prefeitura Municipal de Juazeiro