Profissionais da Maternidade de Juazeiro ressaltam a importância da realização dos testes da orelhinha e do olhinho nos bebês

Quando nasce um bebê, muitas são as preocupações dos pais e também dos profissionais para garantir a saúde do pequeno. Porém, o papai e a mamãe precisam ficar atentos aos primeiros exames que a criança deve ser submetida, entre eles os testes da orelhinha e do olhinho. Ao nascerem na Maternidade de Juazeiro, os bebês já são submetidos a estes exames e os pais já saem do hospital com uma preocupação a menos.

Segundo a coordenadora de enfermagem da unidade, Érica Góes, esses dois testes identificam se o bebê tem alguma alteração precoce. O teste do olhinho é realizado por um pediatra. Já o teste da orelhinha é feito pelo fonoaudiólogo. “Os testes são feitos nas primeiras 24 horas do nascimento do bebê, a menos que ele nasça no final de semana. Neste caso, os pais recebem alta, mas os testes já ficam agendados para serem feitos durante a semana”, explicou Érica Góes.

A coordenadora de enfermagem disse ainda que os testes da orelhinha e do olhinho são bem rápidos, sendo feitos em poucos minutos. Nos primeiros três meses deste ano, a Maternidade de Juazeiro realizou 926 testes da orelhinha e do olhinho, foram 280 em janeiro, 314 em fevereiro e 332 em março.

O médico pediatra da Maternidade de Juazeiro, José Mendes, explica que, no caso do teste do olhinho, 8 em cada 10 crianças com cegueira poderiam ter o problema evitado se detectado no teste. “Ao olhar uma criança, aparentemente, ela pode estar completamente sadia, mas a gente sabe que às vezes tem algo escondido. Por isso, são feitos os testes de triagem para os recém-nascidos. No teste do olhinho você tem a perspectiva de descobrir doenças relacionadas à visão. A criança pode ter glaucoma ou catarata congênitos, um tumor ou uma infecção ocular por toxoplasmose, rubéola ou zika”, explicou o pediatra. O teste da orelhinha detecta os níveis de perda auditiva do bebê que também pode ser tratada se detectada o quanto antes.

Primeiras vacinas

Os bebês que nascem na Maternidade de Juazeiro, além de já terem os testes do olhinho e da orelhinha garantidos, também recebem, ainda na unidade, as primeiras vacinas: Hepatite B e BCG. Isso evita que os pais tenham que levá-los a um posto de saúde.

Texto: Amanda Franco – Ascom/SESAU/PMJ

Compartilhe essa publicação