Juazeiro/BA, 28 de setembro de 2020


Covid-19

Profissionais da atenção básica participam de atualização sobre Lúpus em Juazeiro

ASCOM em 31/maio/2019

Débora Sousa/SESAU

Nesta quinta-feira (30), profissionais da área de enfermagem participaram de uma atualização sobre a ‘Atenção à saúde da pessoa com lúpus na atenção primária’. Organizado pela Educação Permanente e Humanização da Secretaria Municipal da Saúde, o evento faz parte da programação do Maio Roxo – mês de conscientização do Lúpus e tem como objetivo apresentar o que é a doença, sintomas, diagnósticos e os cuidados para manter uma vida ativa e saudável.

A reumatologista Rita Marina ressalta a importância do evento com os profissionais responsáveis pelo primeiro acolhimento dos pacientes na rede de atenção primária à saúde. “Mostramos a foto proteção, a questão das vacinas, da gravidez, que a paciente com lúpus pode engravidar desde que seja abordado com o médico  antecipadamente, os cuidados com infecções, para não estar dentro de grupos muito aglomerados por serem pacientes imunossuprimidos. Isso reforça e amplia a atenção do profissional em suspeita de novos casos a realizar todos os trâmites para que o paciente chegue a um especialista que irá diagnosticar e iniciar o tratamento e acompanhamento”, explicou a médica.

De acordo com Paula Matos Andrade, psicóloga do Núcleo Ampliado de Saúde da Família (NASF), “as atividades do Maio Roxo realizadas no município, representam o reconhecimento da necessidade de acompanhar as pessoas com Lúpus em seus territórios. Destacamos também a influência dos fatores psicológicos na prevenção, reabilitação e promoção da saúde desses pacientes, além da importância em acolher integral e adequadamente as pessoas com lúpus, o que possibilita maior adesão ao tratamento”, pontuou.

Para Valdecir de Souza Borges que trabalha no posto de saúde do Alto da Maravilha, “esse evento é produtivo porque o paciente com lúpus é um paciente que não vai com freqüência à unidade de saúde e precisamos saber acolher para que ele volte novamente. Quando o paciente chega, a depender da recepção, pode abalar seu psicológico, desencadear uma crise ou afetar um órgão. Mas é importante que toda a equipe, enfermeiro recepcionista ou técnica podem ajudar”, esclareceu.

O Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES ou apenas Lúpus) é uma doença inflamatória crônica de origem autoimune, cujos sintomas podem surgir em diversos órgãos de forma lenta e progressiva (em meses) ou mais rapidamente (em semanas) e variam com fases de atividade e de remissão.  Embora a causa do LES não seja conhecida, sabe-se que fatores genéticos, hormonais e ambientais participam de seu desenvolvimento.

 

Logo-Juazeiro-BA

Copyrigth © 2020 Prefeitura Municipal de Juazeiro