SEDUR

Prefeitura de Juazeiro orienta quanto aos danos que fogueiras podem causar em ruas asfaltadas

Durante o período junino é comum que moradores façam homenagens a São João e São Pedro, acendendo fogueiras em meio às ruas da cidade. A data é considerada a mais tradicional festa nordestina, mas a Prefeitura de Juazeiro alerta quanto aos perigos que as fogueiras podem causar nos asfaltos aplicados recentemente.

Durante os seis primeiros meses do ano, a gestão municipal já pavimentou cerca de 4.440 mil metros de asfalto em vias. Em muitas dessas ruas e avenidas é comum o acendimento das fogueiras e soltura de fogos de artifício. No entanto, o engenheiro da Secretaria de Obras e Desenvolvimento Urbano (SEDUR), Paulo Andrade, alerta que o forte calor das brasas pode corromper a massa asfáltica.

“A brasa viva danifica e diminui a vida útil do revestimento, tanto em asfaltos novos que estão em processo de cura, como em antigos também. O envelhecimento e deterioração do material asfáltico se dá pela perda do oxigênio da mistura asfáltica. O contato da fogueira em cima da via faz com que as moléculas de oxigênio sejam perdidas, o que causa o envelhecimento precoce”, explica o engenheiro.

“Como em Juazeiro já temos muitas vias pavimentadas com asfalto novo, tanto na sede como no interior, a gente pede que as pessoas possam contribuir para preservação dessas ruas e avenidas não acendendo fogueiras. Assim, podemos evitar acidentes e continuar melhorando a mobilidade urbana”, complementa Andrade.

Ruas de Juazeiro com asfalto novo

Cheffic Khoury – João Paulo II.
Avenida ACM – Maringá.
Rua Princesa Isabel – Santo Antônio.
Rua Almirante Custódio de Melo – Country Club.
Rua das Esmeraldas e do Umbuzeiro – Cajueiro.
Rua Oseas Leonídio Costa – Carnaíba do Sertão.
Praça da Vila Tiradentes – Vila Tiradentes.

Texto: Eudes Sampaio – Ascom/SEDUR/PMJ
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Favor desabilitar para acessar a publicidade institucional do site.