EDUCAÇÃO

Prefeitura de Juazeiro e Polícia Militar da Bahia discutem implantação de filosofia militar em escolas do município

A Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Educação e Juventude (Seduc), está alinhando a implantação da filosofia militar em duas escolas da Rede Municipal de ensino, em parceria com a Polícia Militar da Bahia (PM-BA).

Nesta terça-feira (15), a secretária de Educação de Juazeiro, Normeide Almeida, se reuniu com o ex-comandante geral da Polícia Militar da Bahia, coronel Anselmo Brandão, para discutir sobre a iniciativa, que tem previsão para aplicação nas Escolas Municipais Paulo VI e CAIC – Misael Aguilar. Também participaram da reunião, as gestoras das unidades de ensino, Francisca Mota e Jeanete Barbosa, e o vereador Renato Brandão.

Na ocasião, o coronel Anselmo  pontuou sobre aspectos necessários para a implantação de um convênio, e entregou um  Portfólio de Apresentação sobre o funcionamento de escolas  com filosofia militar, que possuem um sistema de gestão compartilhada entre o município e o estado da Bahia.

“Essa é uma nova proposta pedagógica que, com certeza, trará bons resultados para o ensino municipal. Estamos estudando, alinhando e discutindo  sobre os aspectos relacionados a esse convênio, a fim de somar mais uma iniciativa exitosa em nosso município”, destacou a secretária de Educação, Normeide Almeida.

Impactos positivos

Durante a reunião, o coronel Anselmo Brandão destacou os resultados positivos da implantação da filosofia militar em escolas localizadas em cidades como Sobradinho, Sento-Sé e Itabuna.

“Os resultados que nós tivemos ao longo desses quatro anos, vão desde melhorias no tempo pedagógico, à disciplina, respeito, e inclusive, melhorias na comunidade onde foi implantado o modelo. Nós temos como  exemplo nas cidades onde implantamos, a redução no índice de criminalidade, da violência escolar, e também o desenvolvimento do espírito de pertencimento nos alunos”, finalizou o coronel.

Texto: Brena Souza – Ascom/Seduc/PMJ

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Favor desabilitar para acessar a publicidade institucional do site.