ADEAP

Prefeitura de Juazeiro e membros do governo do estado debatem propostas para beneficiar agricultores

A prefeitura de Juazeiro, por meio da Agência de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária (ADEAP), participou recentemente de uma videoconferência com membros da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) e dos Serviços Territoriais de Apoio à Agricultura Familiar (SETAF) para a apresentação de um panorama das ações do projeto Pró-Semiárido nos territórios de Juazeiro.

O projeto faz parte de um conjunto de compromissos do governo do Estado, no combate à erradicação da pobreza. Os serviços e investimentos injetados nesses territórios fazem parte de um acordo de empréstimo firmado com o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), da Organização das Nações Unidas.

A CAR trabalha com o assessoramento de oito territórios rurais na região de Juazeiro, beneficiando cerca de 687 agricultores e agricultoras, que contam com o suporte da Companhia. Essas comunidades são escolhidas de acordo com as suas características, ambientais, econômicas e sociais, porém, os planos de investimentos e desenvolvimentos variam de território para território, com metodologia proposta pelo Pró-Semiárido.

Cada território rural tem um serviço de assessoramento e convênio em execução. Dois estão finalizados, com o trabalho de implementação de tecnologia; cinco em andamento, e um em processo de assinatura, feito pela Prefeitura de Juazeiro, junto à ADEAP, que é o Território Novo Sertão, composto pelas comunidades de Cacimba do Silva, Serrotinho, Barra Bonita, Baraúna e comunidades centrais. Cerca de 114 famílias terão esse acompanhamento.

Grupos de interesse

Em seu processo metodológico, foram identificados dois grupos de interesse: caprinocultura e avicultura.

Os investimentos para o grupo dos caprinos, serão baseados nas metas de caprinocultura de leite – com a reforma da queijaria, 20 salas de ordenha individual, sete kits veterinários para o manejo sanitário dos animais e palma forrageira, para ajudar no suporte dos rebanhos.

Para o grupo de avicultura, está sendo proposta uma unidade de ovos, com 35 aviários para melhorar o manejo e as estruturas das famílias, bem como uma série de oficinas voltadas para os manejos sanitários, alimentares e reprodutivos.

Para o titular da ADEAP, Carlos Neiva, o projeto é grandioso e a secretaria está de portas abertas para contribuir com o que for necessário.

“Eu fiquei positivamente impactado com o que eu vi, e pude conhecer o que a CAR faz. Hoje isso se multiplica com essa apresentação mais ampla do trabalho da Companhia. É um trabalho maravilhoso e de inclusão social. É muito gratificante poder se somar a esse trabalho”, destacou Neiva.

—-

Texto Milena Pacheco – Ascom/ADEAP

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Favor desabilitar para acessar a publicidade institucional do site.