O VICE-PREFEITO

O VICE-PREFEITO

Joseph Leonardo Aquilles Cordeiro Bandeira, ou simplesmente Leonardo Bandeira, nasceu no dia 19 de setembro de 1978 em Juazeiro-Bahia. É filho da professora Tereza Cristina Dias Cordeiro e do professor, advogado e ex-prefeito de Juazeiro, Joseph Wallace Faria Bandeira. Tem quatro irmãos: Rosa dos Ventos, Vitória Régia, Abraão e Miguel.

Leonardo estudou na Escola Recanto do Pequeno Príncipe e no Colégio Dr. Edson Ribeiro. Também teve passagem pelo antigo Colégio Anglo (atual Colégio Moura). É bacharel em Direito, formado pela Universidade Cândido Mendes, no Rio de Janeiro.

Durante a infância, morou na Rua Visconde do Rio Branco, centro da cidade, próximo à vila de pescadores do Angary, local para onde muitas vezes ia escondido dos pais para nadar no Rio São Francisco com os amigos. Pratica esportes desde a infância, é torcedor do Flamengo, mas gosta mesmo é de vaquejada. Grande admirador de cavalos, o primeiro que teve foi um presente que ganhou do pai, quando tinha apenas dez anos de idade, fato que o marcou profundamente, porque foi a realização de um sonho de menino. Desde então teve outros cavalos, defendendo inclusive a implantação de um centro de equoterapia em Juazeiro, para auxiliar na reabilitação terapêutica e motora de pacientes com alguma deficiência ou necessidade especial.

A política é, sem dúvida, uma das áreas mais importantes na vida de Leonardo Bandeira. Porém, na vida particular duas pessoas ocupam um espaço especial no coração do vice-prefeito de Juazeiro. Leonardo tem uma forte ligação com a mãe, dona Cristina Cordeiro. Como o pai, Joseph Bandeira, teve que se dedicar muitos anos à vida pública, ocupando-se com muitos compromissos da carreira política, era dona Cristina que se encarregava de dar broncas, quando era necessário, mas sobretudo, de apoiar Leonardo nas situações mais importantes de sua vida, conquistando uma verdadeira veneração por parte do filho Leonardo.

Mas é quando fala do herdeiro, Leonardo Filho, que Leonardo Bandeira deixa de lado o homem forte e demonstra seu ponto fraco. Para ele, a paternidade trouxe novo sentido para sua vida. Estar ao lado do filho é quando ele esquece dos problemas e revive a infância, falar sobre o descendente o faz derreter-se, a quem declara-se apaixonado e capaz de fazer tudo para ser um bom pai e uma pessoa melhor a cada dia.

Ainda na infância, na década de 1980, durante uma atividade escolar sobre democracia, Leonardo foi escolhido “prefeito” da Escola Recanto do Pequeno Príncipe, mostrando que seguiria rumo na política. Aliás, ele é o único entre os irmãos que seguiu a carreira política.

Leonardo Bandeira cresceu no ambiente político, acompanhando de perto as campanhas que o pai disputou. O primeiro discurso foi aos 14 anos de idade, durante um comício para a campanha eleitoral de 1992 do empresário Flávio Luiz à prefeitura de Juazeiro, apoiado pelo pai e então prefeito Joseph Bandeira. O episódio ocorrido na adolescência ecoa até hoje na memória de Leonardo, que considerava Flávio Luiz como um segundo pai, com quem sempre batia papo sobre a vida ou se aconselhava sobre política. Inclusive, Flávio foi um dos responsáveis pela articulação da campanha vitoriosa de Suzana Ramos e Leonardo Bandeira à Prefeitura de Juazeiro. De Joseph Bandeira, ele diz ter herdado a emoção, a paixão pela política. E de Flávio Luiz, relata ter aprendido a ver a política de maneira racional. É com muita gratidão que Leonardo recorda-se do apoio e incentivo que recebeu do amigo para ingressar na vida pública.

Com a experiência já adquirida como colaborador e coordenador das campanhas eleitorais do pai e incentivado pelos amigos, em 2008 decidiu candidatar-se a uma vaga na Câmara de Vereadores, sendo eleito para o mandato de 2009 a 2012. Não conseguiu reeleger-se para o segundo mandato legislativo, mas a experiência lhe trouxe grandes aprendizados.

Para Leonardo, chegar à Prefeitura de Juazeiro, como vice de Suzana Ramos, a primeira mulher a se tornar prefeita de Juazeiro, é motivo de grande honra. A campanha vitoriosa, marcada pela alegria do povo e união de forças políticas, é algo que quer guardar na memória para sempre. Porém, o principal legado que Leonardo Bandeira quer deixar para todos que convivem com ele, seja na carreira ou vida particular, é o trabalho voltado para a transformação da sociedade.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Favor desabilitar para acessar a publicidade institucional do site.