Juazeiro/BA, 21 de setembro de 2020


Covid-19

Mercado do Produtor de Juazeiro continua no ranking da CONAB sendo um dos grandes entrepostos em volume e comercialização do país

ASCOM em 17/abr/2020

Daniela Duarte/AMA

O Mercado do Produtor de Juazeiro continua como o 4° maior entreposto em comercialização e volume do país no ranking de comercialização de hortigranjeiros com base na quantidade anual de 2019 dados da Companhia Nacional de Abastecimento-CONAB. Em 1º lugar está a CEAGESP – São Paulo, em 2º lugar o CEASA/RJ – Rio de Janeiro e em 3º lugar o CEASA/MG – Grande BH.

Os números divulgados estão no site da CONAB e são resultados do balanço dos sistemas anual de dados do Prohort, concretizados em parcerias estreitas com as Centrais de Abastecimento. Essas são as únicas fontes de informações compiladas do setor hortifrutícola em nível nacional e agrega os dados estatísticos das Ceasas de todo o país em uma plataforma única, de acesso público, dando a visibilidade que o setor requer.

O Mercado do Produtor de Juazeiro foi inaugurado em julho de 1984, começando o funcionamento administrativo em fevereiro de 1986. A produção agrícola da região decorre de vários projetos de irrigação de pequenas e médias empresas, e da agricultura familiar do município de Juazeiro da Bahia. Possui 1.360 boxes e 250 ambulantes. Em média 10 mil pessoas frequentam o entreposto.  Cerca de 200 a 250 caminhões circulam por dia no Ceasa de Juazeiro.

O Mercado do Produtor de Juazeiro é um canal de escoamento da produção agrícola local que produz vários tipos de frutas como: Melão amarelo, melão pele de sapo, melão orange, pinha, tamarindo, uva Itália, uva benitaka, uva patrícia, melancia, maracujá, banana nanica, banana pacovan, banana prata, banana maçã, goiaba, manga hadem, manga tommy, manga keit, manga palmer, manga espada, mamão formosa, mamão hawai, atemoia, acerola, carambola, coco verde, coco seco, romã, jaca, limão comum, limão tahiti.

Entre os legumes e hortaliças podem ser encontrados: cebola, tomate, alface, abóbora comum, jerimum, abóbora jacarezinha, vagem, repolho, quiabo, pimentinha, pimentão, pepino, feijão verde, aipim, berinjela, chuchu, milho verde. Já em relação aos vários produtos vindos de outras regiões da Bahia e Brasil são comercializados: batata inglesa (batatinha), batata doce, maçã, pera, morango, laranja, abacate, abacaxi, caqui, ameixa, nectarina, além de cereais e especiarias.

No ano passado a Prefeitura de Juazeiro, junto com a AMA, assinou um Termo de Cooperação Técnica com a CONAB. O objetivo principal foi integrar os dados de comercialização do município junto ao Sistema de Informações dos Mercados de Abastecimento do Brasil (Simab), formando um só banco de dados com informações de comercialização de todos os mercados atacadistas de hortigranjeiro do país, no âmbito do Programa Brasileiro de Modernização do Mercado Hortigranjeiro (Prohort) da Conab.

O diretor executivo da Autarquia Municipal de Abastecimento/AMA, Auremilton Costa, destacou a importância desses dados e ressaltou que Mercado do Produtor de Juazeiro cresce ainda mais no ranking. “Este é um dos motivos para manteemos o Ceasa aberto neste período de pandemia para garantir a alimentação saudável da população. Esses dados só mostram a importância do nosso entreposto para juazeiro e todo país”, disse.

PHOHORT

O Programa tem, entre suas principais ferramentas, os sistemas de informações, que trazem dados da comercialização de produtos hortigranjeiros nas principais Centrais de Abastecimento (Ceasas) do país. Essa plataforma possibilita o acompanhamento de preços, análises de mercado, consulta de séries históricas, identificação das regiões produtoras, entre outros estudos técnicos, como já vem sendo demonstrado pelo Boletim Hortigranjeiro, publicado mensalmente pela Conab.

A consulta ao banco de dados da Conab/Prohort, alimentado pelo departamento técnico do Mercado do Produtor de Juazeiro, está disponível ao público em geral no site www.prohort.conab.gov.br.

 

Logo-Juazeiro-BA

Copyrigth © 2020 Prefeitura Municipal de Juazeiro