AMA

Mercado do Produtor de Juazeiro consolida posição de 4° maior em comercialização de hortifrutigranjeiros do Brasil

O Mercado do Produtor de Juazeiro manteve a 4ª posição como maior entreposto em comercialização e volume do país no ranking de comercialização de hortifrutigranjeiros divulgado esta semana pela Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB). O levantamento tem como base a quantidade anual de 2020, comercializando o volume de 1.208.205.000 (um bilhão, duzentos e oito milhões, duzentos e cinquenta mil) toneladas de frutas e verduras.

O Mercado Produtor de Juazeiro fica atrás apenas do Ceagesp de São Paulo, do Ceasa do Rio de Janeiro e do Ceasa da Grande BH, em Minas Gerais. O entreposto de Juazeiro está na frente de Ceasas de grandes capitais, como Goiânia, Curitiba, Recife e Porto Alegre. As informações estão disponíveis no site da Conab (https://www.conab.gov.br/).

Movimentação financeira

Em 2020, esse setor da economia movimentou 16.351.854 (dezesseis milhões, trezentos e cinquenta e um mil, oitocentos e cinquenta e quatro) toneladas de hortaliças e frutas, representando R$ 42.280.824.291,12 (quarenta e dois bilhões, duzentos e oitenta milhões, oitocentos e vinte e quatro mil, duzentos e noventa e um reais e doze centavos). Somente o Mercado do Produtor de Juazeiro movimentou 2.892.357.900,00 (dois bilhões, oitocentos e noventa e dois milhões, trezentos e cinquenta e sete mil e novecentos reais) no ano passado.

Para o diretor da Autarquia Municipal de Abastecimento (AMA), responsável pelo Mercado do Produtor, Britoaldo Alves Bessa, em pouco tempo, Juazeiro terá o terceiro maior entreposto do Brasil. “Temos vários projetos que estão sendo articulados para a modernização do Mercado do Produtor, mas também estamos trabalhando no sentido de implantar o novo Ceasa em Juazeiro, um desejo da prefeita Suzana Ramos”, afirmou o diretor.

Texto: Welington Alves – Ascom/AMA/PMJ

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Favor desabilitar para acessar a publicidade institucional do site.