Juazeiro/BA, 01 de outubro de 2020


Covid-19

“Maio da Diversidade” tem início com Audiência Pública para população LGBT

ASCOM em 16/maio/2017

Por Fabiana Diniz/SEDIS

A programação da IV edição do “Maio da Diversidade” teve início na manhã desta terça-feira (16) com a realização da I Audiência Pública voltada ao público LGBT. Com o tema “Juazeiro promovendo a cidadania LGBT”, o evento realizado na Câmara de Vereadores, discutiu o fortalecimento de políticas públicas para o segmento e contou com a participação de vereadores, representantes do governo estadual e municipal e de associações.

A audiência foi aberta com a leitura de carta pública contendo demandas dos LGBTs. O documento, segundo seus organizadores, busca a garantia dos direitos fundamentais para esta parcela da população, bem como para seus familiares. “A população LGBT existe. Não é mais possível que sejamos obrigados a escondermos nossos desejos, sonhos e anseios. Acreditamos que não nascemos para amar homens ou mulheres, nascemos para amar pessoas e é como pessoas que buscamos respeito e reconhecimento”, diz um dos trechos lido pela estudante Luiza Duarte.

“Esse é um momento histórico na nossa cidade. Estamos aqui para juntos construirmos políticas públicas efetivas. Nosso segmento é grande e apesar de todo o avanço que já conseguimos ainda precisamos de muito mais”, declarou o presidente da Associação Sertão LGBT, Eduardo Rocha.

Para o presidente do Conselho Municipal dos Direitos Humanos de Juazeiro, Josias Willams, foi uma oportunidade enriquecedora. “Certamente um momento único. A hora é de dialogar e colocar entre nossas demandas assuntos emergentes. Precisamos ter um olhar mais direcionado, está mais do que na hora de articular uma Rede de atuação”, afirmou.

O coordenador Estadual da Política LGBT, Vinícius Alves, falou sobre a importância da construção desse espaço de discussão. “Este é um ambiente rico e certamente estou levando mais exemplos do que trazendo. Juazeiro nos inspira com sua organização social e espero que esta parceria entre governo do estado e município esteja apenas no início”, disse.

O presidente da Câmara de Vereadores, Alex Tanuri, ressaltou que o Legislativo não irá medir esforços para atender as demandas da população LGBT. “Nada mais justo que fazer esta audiência aqui, no lugar de onde saem as leis. Certamente, tudo que for discutido aqui será acatado o mais rápido possível”, afirmou.

O diretor do IFBA, Emmanuel Victor Hugo, participou da discussão e fez um relato emocionando sobre sua história de vida ressaltando a importância do trabalho em conjunto. “Minhas opções são ficar em casa ou sair e brigar por nossos direitos. A Diretoria da Diversidade não precisa lutar sozinha, temos várias instituições que podem ser parceiras. Ao invés de datas comemorativas vamos lutar e cobrar mais efetividade”, ressaltou.

O coordenador Estadual da UMA LGBT, Juremar de Oliveira, complementou a fala do diretor. “Não é questão de privilégio é questão de lutar por nossos direitos. Fico feliz por ver em Juazeiro pessoas avançadas que cobram melhorias. Eventos como este são decisivos na construção de um debate positivo e na quebra de conceitos”, disse.

A secretária Cida Gama, encerrou o evento falando sobre respeito. “Nossa grande missão é garantir o direito das pessoas e esta discussão deve ser pautada pelo respeito. Esta audiência foi pensada para nos fazer lembrar os direitos dos outros. Nosso trabalho é para que ninguém precise se esconder”, afirmou a secretária.

Homenagem

Ainda durante o evento, foi feita uma homenagem a supervisora da Diversidade, Mycaella Bezerra, primeira aluna trans da Univasf e hoje servidora municipal. “Estou muito emocionada. Não é fácil um gay sair de casa todos os dias e para um trans é muito mais difícil. Quando decidi vir para cá nunca pensei que fosse passar por tanta coisa boa. É muito importante a realização desse evento para trazermos nossas demandas ao poder público e poder efetivá-las”, declarou.

A audiência pública trouxe também a apresentação de um trecho do espetáculo “Sentimento Gis” com o bailarino Cleybson Lima e direção de Thom Galiano e uma exposição dos fotógrafos Chico Egídio e Lizandra Martins. A programação do “Maio da Diversidade” continua durante todo o mês com palestras, rodas de conversas, formações, sessão de cinema, entre outros.

 

Logo-Juazeiro-BA

Copyrigth © 2020 Prefeitura Municipal de Juazeiro