Juazeiro/BA, 27 de setembro de 2020


Covid-19

Livro Coesia é lançado com apoio do Programa Usina Cultural

ASCOM em 18/dez/2018

Por Ramáiana Leal/ SECULTE

No último domingo (16) foi lançado, no Quintal do Poeta, o livro Coesia do poeta Manuca Almeida. O livro recebe incentivo do programa Usina Cultural da Prefeitura Municipal de Juazeiro, através da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes. O Superintendente de Cultura Maurício Dias, esteve no evento representando o Prefeito Paulo Bomfim e o Secretário Sérgio Fernandes.

Coesia é um livro de bolso, com versos curtos e diretos. “Ele é a continuação do livro Poucas Palavras. Livro de poesia minuto. Quase todas as poesias foram feitas ou selecionadas em Barretos, enquanto Manuca fazia o tratamento contra o câncer. Na época da seleção, ele estava bem, tranquilo, trabalhando normalmente”, conta Lu Almeida, esposa de Manuca e produtora do livro.

O lançamento aconteceu no dia 16 porque nesta data, se estivesse vivo, Manuca completaria 55 anos. Muitos artistas e intelectuais da sociedade juazeirense participaram do evento. Andrezza Santos, Leo Bahia, Elder Ferrari, Charles Augusto, Antônio Carlos (Veinho), Roberto Possídio e Fernandinha Almeida foram os artistas que se apresentaram. “Contamos com a participação de vários artistas, amigos de Manuca, que cantaram, recitaram, dando um tom muito especial à festa. A participação de Fernanda Almeida me deixou muito emocionada, porque é nossa neta e já é uma compositora, com oito anos. Ela cantou duas músicas de Manuca e quatro músicas do repertório dela”, conta Lu.

Para o Superintendente de Cultura, Maurício Dias, o momento era de alegria e emoção. “Vim representar o Prefeito Paulo Bomfim e o Secretário Sérgio Fernandes pela importância do edital Usina Cultural proporcionar um livro como esse. Mas a emoção é muito grande. Coesia é lindo. O poeta nos deixou palavras e saudade. Estão todos de parabéns pelo belíssimo evento”, afirmou.

A Produtora Lu Almeida fez questão de agradecer ao município pela oportunidade do edital. “O Usina Cultural chegou na hora certa. Como o livro já estava pronto na época do edital, fiz a inscrição e fui uma das contempladas, o que possibilitou produzir um livro com uma qualidade incrível. Talvez sem o edital eu não conseguisse fazer dessa forma. Se Manuca estivesse aqui, estaria como eu estou, como minhas filhas estão e os irmãos dele, feliz. Esse livro é lindo e eu aconselho que as pessoas o adquiram, pois há mensagens maravilhosas. Agradeço imensamente à Secretaria de Cultura, ao Prefeito Paulo e peço que esse edital continue, pois proporciona alegria pra muita gente”, ressaltou.

Logo-Juazeiro-BA

Copyrigth © 2020 Prefeitura Municipal de Juazeiro