Juazeiro poderá ter o primeiro centro de equoterapia da região

Em uma reunião que aconteceu nesta quinta-feira (18), no 3º Batalhão de Ensino, Instrução e Capacitação (BEIC) da Polícia Militar, o vice-prefeito Leonardo Bandeira conversou como comandante da unidade, Tenente-Coronel José Carlos Soares Mariano e com o coordenador de cursos, Major José Non, sobre uma possível parceria entre a PM e o município para implantar o Centro de Equoterapia do Vale do São Francisco.

Esse projeto social foi idealizado pela PM em 2013, mas ainda não está em funcionamento por falta de recursos e de equipe técnico-profissional. O objetivo do projeto é oferecer para a comunidade o serviço de equoterapia (método terapêutico que se utiliza de cavalos para ajudar na reabilitação de pessoas com algum tipo de deficiência ou necessidade especial, seja física, psicológica ou cognitiva). “É um projeto que visa um atendimento social muito importante, não só Juazeiro, como a região toda ganhará bastante com isso. Estamos aqui hoje batendo esse papo para fortalecer essa parceria com a prefeitura, para que o projeto de fato comece a funcionar. Temos a nova gestão da prefeita Suzana que é muito sensível a essa área social e o vice-prefeito Leonardo também é muito sensível a esse respeito, então estamos aqui para isso”, explicou o comandante do 3º BEIC, Ten. Cel. Soares.

A Polícia Militar já disponibilizou dois cavalos e uma área dentro do 3º BEIC para as sessões de equoterapia. Atualmente esses animais estão abrigados num espaço cedido pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB), que também apoia o projeto. A Prefeitura tem interesse de implementar esse serviço em Juazeiro. Para isso, quer buscar recursos para implantar a estrutura e capacitar profissionais especializados para executar o projeto. “Eu sou um entusiasta dessa ideia. Conheci um projeto semelhante a esse em Maceió em 2008 e tentei diversas vezes implementar em Juazeiro quando fui vereador, na legislatura de 2009 a 2012, mas não foi possível. Para minha grata surpresa, no final de 2020, eu fui convidado pelo coordenador desse projeto aqui em Juazeiro, o Major Non, para conhecer as estruturas que foram iniciadas aqui. Levei a proposta até a prefeita Suzana, que também se entusiasmou, até porque ela é uma pessoa muito afeita às questões sociais. Os centros de equoterapia mais perto de Juazeiro ficam em Paulo Afonso e Feira de Santana, cerca de 400 quilômetros. De fato, vamos buscar a concretização desse projeto que é muito importante, não só para a inclusão, mas para a saúde, educação.  Como Juazeiro é uma cidade polo, um Centro de Equoterapia ajudará e muito toda a região Norte da Bahia”, declarou o vice-prefeito Leonardo Bandeira.

Equoterapia

A equoterapia é uma terapia complementar a outros tratamentos, que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar nas áreas de saúde, educação e equitação, buscando o desenvolvimento biopsicossocial, a coordenação motora, o equilíbrio físico do paciente.

Pode ser praticada por crianças e adultos e é indicada para pessoas com paralisia cerebral, esclerose múltipla, sequelas de acidentes e cirurgias, doenças genéticas, ortopédicas e musculares, acidente vascular cerebral (AVC), Autismo, Síndrome de Down, entre outras necessidades especiais.

Texto: Edísia Santos – AscomPMJ

Share this post