Juazeiro aparece com saldo positivo em geração de empregos na Bahia, segundo Caged

Mesmo em um cenário de pandemia, Juazeiro apresentou crescimento na geração de empregos durante os primeiros meses de 2021, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). O cadastro é um registro administrativo do Ministério da Economia, que tem o objetivo de expor os saldos de empregos celetistas nos municípios.

Nos meses de janeiro e fevereiro, os dados do novo Caged registraram um saldo positivo de 556 empregos, nas áreas da agropecuária (149), comércio (75), construção (45), indústria geral (138) e serviços (149). Fator relevante quando comparado ao ano de 2020, onde a geração de emprego fechou negativo no município, com o decréscimo de -1.090 afetando a agropecuária (-139), indústria geral (- 92) e serviços (-1003).

A expectativa para uma recuperação mais robusta – porém ainda lenta, aumenta com a chegada da vacina contra a Covid-19. Segundo economistas, a taxa de desemprego vem caindo, devendo melhorar ainda mais nos meses seguintes. Entretanto, a previsão de uma melhor retomada na economia, só deve ocorrer mesmo em 2022.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Carlos Neiva, os dados são esperançosos, mas o trabalho não pode parar.

“Apesar da pandemia e do retrocesso dos últimos anos, Juazeiro volta a se destacar no CAGED. Desta forma, acredito que estamos cumprindo o compromisso com a prefeita Suzana Ramos e com toda a juazeiro. Desde o início da gestão várias empresas têm nos procurado, por entender que as portas estão abertas. E nós, enquanto governo, faremos o que for preciso – dentro dos trâmites necessários, para fortalecermos ainda mais o desenvolvimento em nossa cidade”, afirma Carlos Neiva, titular da ADEAP.

Texto: Milena Pacheco – Ascom/ADEAP/PMJ

Compartilhe essa publicação