Juazeiro/BA, 25 de setembro de 2020


Covid-19

Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil é lembrado em Juazeiro com atividades educativas

ASCOM em 12/jun/2017

Por Fabiana Diniz/SEDES

  Brincadeiras com palhaços, contação de histórias, sorvetes e muitas atividades educativas fizeram parte das ações alusivas ao Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil lembrado nesta segunda-feira, 12 de junho. A ação realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade em parceria com a Secretaria de Educação e Juventude de Juazeiro aconteceu durante toda manhã na Praça Antonílio da França Cardoso, Centro da cidade, com o objetivo de conscientizar a população para a importância dessa data.

A diretora de Proteção Especial da SEDES, Fátima Carvalho, considera este um trabalho vital para crianças e adolescentes, tendo em vista que o trabalho infantil além de causar muitos riscos também chega a ser prejudicial à saúde. “A criança que pega muito peso quando se torna adulta vai desenvolver problemas de coluna e postura, se trabalhar com agrotóxico vai ter problema de pulmão, entre outros malefícios. Precisamos entender que o adolescente só pode trabalhar na faixa etária correta e nas condições previstas pelo ECA”. Para ela, essa é uma ideia que ainda precisa ser combatida. “Temos uma cultura muito forte ainda de que as crianças e adolescentes precisam trabalhar. Precisamos compreender que se não cuidarmos das crianças hoje, futuramente elas vão ter problemas sérios pro resto da vida”, afirmou.

A conselheira tutelar Maria Rosa destacou o trabalho realizado durante todo o ano. “Em ações como esta a população pode ter a noção do trabalho que é feito rotineiramente por esta rede de combate ao trabalho infantil. Muitos pais acham que determinada atividade não é trabalho infantil, tira o momento de a criança brincar e estudar. Então este momento é também de esclarecimento. E falou sobre a importância da denúncia. “É de fundamental importância denunciar aos órgãos que trabalham em prol das crianças e adolescentes como o Conselho Tutelar, a Vara da Infância, a própria Sedes sempre que perceber algum comportamento diferente e que não seja apropriado para a criança, para que possamos chegar, conversar, esclarecer e ajudar a esta família”, disse a conselheira.

O objetivo da ação foi alertar a comunidade em geral sobre a realidade do trabalho infantil, uma prática ainda comum em várias partes do mundo. “Esta ação é de fundamental importância, não só hoje, mas o trabalho que desenvolvemos nas escolas durante todo o ano”, destacou a superintendente de Gestão Escolar da Seduc, Renata Araújo. De acordo com ela, o município desenvolve diversos projetos de combate ao trabalho infantil. “Agora estamos em parceria com o Ministério do Trabalho com o projeto “MPT nas Escolas” e através dele a gente desenvolve o “Juazeiro educação nota 10”, onde ao ser percebida a ausência dos alunos nas escolas, os professores e a equipe gestora fazem todo um acompanhamento para trazê-los de volta”, destacou.

A secretária de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade, Cida Gama destacou o trabalho de abordagem social que vem sendo realizado pelas equipes da secretaria. “Esse trabalho nos ajuda a identificar crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade e encaminhá-las aos serviços de convivência e fortalecimento de vínculos dos CRAS onde podem participar de atividades lúdicas, esportivas e educativas desenvolvidas especialmente para elas”, afirmou.

Denúncias sobre trabalho infantil podem ser feitas através do disque 100 ou do Centro de Referência Especial da Assistência Social (CREAS) no telefone 3612-1632. “Podemos ajudar também não comprando balas, CDs, amendoim, garantindo, consequentemente, que as crianças e adolescentes possam ter o direito de brincar e estudar”, completou a secretária.

A data foi lembrada também simultaneamente nos cinco CRAS do município nos bairros Tabuleiro, Itaberaba, João Paulo II, Quidé e Malhada da Areia.

 

 

Logo-Juazeiro-BA

Copyrigth © 2020 Prefeitura Municipal de Juazeiro