Juazeiro/BA, 25 de setembro de 2020


Covid-19

Conselho define em reunião comunidades que serão beneficiadas com ações do projeto Dom Helder Câmara

ASCOM em 06/set/2018

Lene Radina/ ASCOM ADEAP

Foi realizada nesta quarta-feira (05), na Casa dos Conselhos em Juazeiro uma reunião do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS) para apresentação do Projeto Dom Helder Câmara que consiste em um programa de ações referenciais de combate a pobreza e apoio ao desenvolvimento rural sustentável.

O projeto que foi apresentado pelo representante da Bahiater, Osvaldo Lopes, tem como finalidade atender territórios de identidade de todo país, sendo que no estado da Bahia serão atendidos 105 municípios de 11 territórios. “Até o momento já foram escolhidos 63 municípios e os 42 restantes serão contemplados através de Chamada Pública. No território Sertão do São Francisco os municípios já escolhidos são: Juazeiro, Curaçá, Remanso e Sobradinho”, explicou Osvaldo.

O Projeto Dom Helder Câmara é uma ação operacional descentralizada do extinto Ministério do Desenvolvimento Agrário no Nordeste iniciado em 2001, a partir de um acordo de Empréstimo Internacional firmado entre a República Federativa do Brasil e o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola – FIDA, e de uma doação do Fundo Mundial para o Meio Ambiente – GEF.

“As ações do projeto são embasadas no conceito de convivência com o semiárido, articulando as dimensões sócio-políticas, ambientais, culturais, econômicas e tecnológicas e por processos participativos de planejamento, gestão e controle. Em Juazeiro serão beneficiados 59 agricultores familiares de comunidades rurais”, explicou o presidente do CMDRS e titular da ADEAP, Tiano Felix.

Após analisar criteriosamente todos os distritos, os conselheiros decidiram implantar o projeto no distrito de Abóbora. “Por reconhecer que é uma área de vulnerabilidade social, o CMDRS decidiu escolher aquela localidade para receber as ações referentes ao projeto. As comunidades do distrito que serão trabalhadas são: Cacimba de Zé da Bela, Ponta da Serra e comunidades localizadas no entorno dessa região”, explicou Tiano.

Na próxima terça-feira (11), alguns conselheiros irão visitar as comunidades escolhidas para analisar todas as particularidades da localidade e as reais necessidades dos agricultores familiares que lá residem. O encontro reuniu representantes do CETEP – SF, Bahiater, Banco do Nordeste, Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Juazeiro, IRPAA, Sindicato dos Produtores Rurais de Juazeiro, União das Associações do Vale do Salitre (UAVS), Comitê de Pinhões, Fundação Projeto Sopão e Embrapa Semiárido.

 

 

Logo-Juazeiro-BA

Copyrigth © 2020 Prefeitura Municipal de Juazeiro