Comunidade da Ilha de Nossa Senhora, em Juazeiro, recebe vacina contra Covid-19

No Rio São Francisco, muitas ilhas cercam a cidade de Juazeiro. Uma delas é a Ilha de Nossa Senhora. Uma população de poucas famílias encontrou uma forma diferente de vida num espaço cercado de água, onde trabalham na agricultura e na pesca.

A Prefeitura de Juazeiro, conhecendo a dificuldade de deslocamento da população, levou a vacina contra a Covid-19 à localidade.  Idosos e pessoas com comorbidades que moram na ilha eram o público-alvo.

O enfermeiro e gerente  da Unidade Básica de Saúde do bairro São Geraldo, Lélio Loiola Andrade Junior assumiu a missão de imunizar a população da ilha. Depois de um percurso de carro, a travessia de barco pelo Velho Chico durou cerca de 20 minutos. Acompanhado de uma agente comunitária de saúde, Tecia Patrícia dos Santos, depois da travessia na pequena embarcação, a caminhada por uma trilha de difícil acesso durou mais de meia hora.

De casa em casa

 Com poucas pessoas na comunidade, o trabalho de vacinação foi feito de casa em casa. “A conversa com esses idosos foi o processo que me chamou atenção. Havia resistência dessas pessoas com a vacinação contra a covid-19. Faltava informação”, explicou o enfermeiro.

Na Ilha de Nossa Senhora moram 84 famílias, somando 220 pessoas. Em Juazeiro, a Secretaria de Saúde (Sesau) vacina, em média, 500 pessoas a cada plantão de sábado, a depender do público-alvo. Na ilha, a vacinação vai continuar.

“Para a Sesau, o mais importante é imunizar toda a população. O nosso esforço é pela vida. A simplicidade e o carinho com que fomos recebidos marcaram o nosso encontro com a comunidade.  O acesso ao local é difícil, mas na saúde isso é parte do nosso ofício. Meu sentimento é de gratidão pelo acolhimento das pessoas e isso encorajou outros colegas que perceberam que a  gente vai onde a população precisa”, declarou emocionado o enfermeiro Lélio Loiola Andrade Junior.

Texto: Maria Lima – Ascom/SESAU/PMJ

Compartilhe essa publicação