Cerpris de Juazeiro antecipa homenagem às mães com música

Os pacientes e acompanhantes do Centro Regional de Reabilitação, Prevenção e Inclusão Social (Cerpris) de Juazeiro foram recebidos com música ao vivo, nesta quinta-feira (6). A ação foi para antecipar as homenagens pelo Dia das Mães e a recepção musical ficou por conta do saxofonista soteropolitano Josué Martins.

A surpresa organizada pela coordenação do Cerpris, emocionou Silvania França, mãe de 4 filhos, entre eles Erick, paciente do Cerpris, de 4 anos. “Erick ama música. Me emocionei junto com meu filho. Ele é o centro da minha vida, eu vivo pra ele. Não consigo viver sem ele, é tudo pra mim”, disse emocionada.

Sônia Cristina Lopes, mãe de Paulo Ricardo, de 4 anos, ficou feliz com a apresentação musical. “Eu amo saxofone, acho lindo. Amei essa acolhida dos profissionais. A gente se sente confiante com o serviço do Cerpris”, declarou.

Voluntário na homenagem, Josué Martins ou “Josué Sax Bahia”, como é conhecido no mundo da música, agradeceu a oportunidade de cantar para mães tão especiais nesta quinta. “Eu tenho 30 anos fazendo eventos, mas a mãe e o pai de uma criança especial, eu dou mais atenção ainda. Não importa o tamanho da doação, o que importa é o amor que a gente coloca no que a gente faz. Essas mães merecem cem homenagens como essa”, ressaltou o músico.

Com mesa especial, bolo e lembrancinhas, a manhã foi só alegria antes das consultas e atendimentos de fisioterapia. “Esse café da manhã para nossas servidoras, pacientes e mães, é para estreitar nossas relações, trazer um pouco de alegria e homenagem para essas mães, que têm seus filhos especiais e são tão abençoadas”, finalizou  a diretora do Cerpris Juazeiro, Verônica Pesqueira.

Cerpris

O Cerpris atende várias demandas, como pacientes neurológicos, crianças com paralisia cerebral, adultos com traumatismo craniano, AVC, síndromes e atrasos no desenvolvimento global. O serviço é regional e além da população de Juazeiro, recebe pacientes de 28 municípios, com atendimento multidisciplinar (fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, fonoaudiólogo e médicos especialistas).

Texto: Maria Lima – Ascom/Sesau/PMJ

Compartilhe essa publicação