Cerest de Juazeiro acompanha trabalhadores contaminados por Covid-19 em locais de trabalho

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) de Juazeiro começou o trabalho de acompanhamento aos profissionais da iniciativa privada e pública, e trabalhadores autônomos que relataram contaminação por covid-19 em ambientes de trabalho.

De abril a dezembro do ano passado, 42 unidades de saúde da sede foram inspecionadas durante a pandemia. Para a orientação de prevenção, o Cerest realizou cerca de 20 treinamentos virtuais com setores de saúde do trabalhador, de agosto a dezembro.

“Como é que se descobre esse trabalhador? O posto de saúde vai detectar que ele teve Covid, preenche uma ficha específica para o trabalhador e lança no sistema. Essa vai chegar pra gente, para investigarmos se o trabalhador foi infectado dentro do ambiente de trabalho. Na investigação a gente avalia os exames para estabelecer se a doença foi adquirida no ambiente de trabalho. O paciente é notificado e encaminhado para o sistema de doença do trabalho”, explica a técnica em Saúde do Trabalhador do Cerest em Juazeiro, Silvane Félix Braga.

Com a confirmação, se o trabalhador estiver em tratamento por alguma sequela, é possível requerer por  exemplo, auxílio-doença da previdência social.

Saúde do Trabalhador

A Saúde do Trabalhador é o conjunto de atividades que se destina, através das ações de vigilância epidemiológica e vigilância sanitária, à promoção e proteção da saúde dos trabalhadores, assim como visa à recuperação e reabilitação da saúde dos trabalhadores submetidos aos riscos e agravos advindos das condições de trabalho.

Serviço

Cerest –  Centro de Referência em Saúde do Trabalhador

Endereço: Rua Patativa do Assaré, nº 279, bairro Maringá.

Telefone: (74) 3611- 5376 

Horário de atendimento ao público: das 8h às 12h.

Texto: Maria Lima – Ascom/SESAU/PMJ

Share this post