Caminhada de Conscientização do Autismo reúne alunos, pais e professores em Juazeiro

Por Emanuelle Lustosa/SEDUC

Com o objetivo de mobilizar e alertar a sociedade sobre as necessidades de inclusão, socialização, respeito e cuidados com as pessoas autistas, nesta sexta-feira (05), a caminhada alusiva ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo, celebrado dia 2 de abril, reuniu dezenas de alunos, professores, pais e instituições de Juazeiro.

A mãe do aluno Daniel, Rosenilda Pereira destacou a importância do evento e falou sobre o atendimento que seu filho recebe na Escola Municipal Leopoldina Leal. “Há dois anos ele foi acolhido por essa escola que tem uma equipe preparada para cuidar da aprendizagem e ajudá-lo com suas dificuldades. Durante esse tempo só tenho percebido melhorias na vida dele, passou a interagir com as pessoas, se comunicar melhor, além de aprender as lições na sala de aula. A inclusão é fundamental para a melhoria de vida dos autistas”, ressaltou a dona de casa.

De acordo com a gerente do Núcleo de Apoio Psicossocial e Inclusão da SEDUC, Luzinete Helena, o evento foi positivo.  “Os educadores, pais e alunos foram às ruas com camisas, balões e faixas abraçando a causa e buscando conscientizar a sociedade juazeirense sobre a importância da inclusão social e garantia de direitos das pessoas com autismo e seus familiares. A rede municipal a cada ano tem recebido mais alunos com autismo, hoje já são cerca de 100, e a Secretaria de Educação e Juventude, tem ampliado as equipes e melhorado a cada ano o atendimento para os alunos autistas, e com outras deficiências. Queremos agradecer a todos os parceiros que diariamente contribuem para essa causa”, destacou.

O Transtorno do Espectro do Autismo, ou simplesmente Autismo, afeta diretamente a parte da comunicação, socialização e o comportamento das pessoas. A data escolhida para celebrar esse dia mundial de conscientização foi definida em 2017, pela Organização das Nações Unidas (ONU).

A professora de Atendimento Educacional Especializado – AEE, Maria José Oliveira contou que é muito gratificante perceber os avanços que os alunos autistas conseguem ao longo dos anos na sala de aula. “Tenho um aluno que entrou na escola com 3 anos, e hoje com 7 anos está alfabetizado, e tem um desempenho muito bom. Fico feliz por cada conquista deles”, comemorou a professora da Escola Dinorah Albernaz.

A rede municipal de ensino de Juazeiro desde 2009 iniciou um trabalho de fortalecimento da Educação Inclusiva, e já conseguiu muitos avanços. Atualmente são atendidos quase 600 alunos com deficiência na rede, entre eles cerca de 100 autistas, que dispõem de uma estrutura de 44 salas de recursos, 150 profissionais especializados, entre eles, professores de AEE, intérpretes, instrutores, brailistas, professor de apoio, auxiliares de AEE, assistente social e psicóloga, que trabalham diretamente com os alunos autistas, com deficiência física, síndrome de down, surdez, deficiência intelectual, cegos, baixa visão e com deficiência múltipla. Os alunos são atendidos em 82 escolas e em 22 creches (EMEI) municipais da sede e interior do município.

O evento, realizado pela Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Educação e Juventude – SEDUC, em parceria com o Conselho das Pessoas com Deficiência, iniciou na Praça Santiago Maior, passando pela Orla na cidade, com o encerramento na Praça Barão do Rio Branco, onde os participantes distribuíram panfletos informativos sobre o autismo.

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo