Juazeiro/BA, 18 de setembro de 2020


Covid-19

ADEAP participa de reunião com Associação Agropecuária dos Produtores do João Paulo II no distrito de Itamotinga

ASCOM em 10/mar/2020

Lene Radina/ADEAP

A secretária de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária Elayne Borges participou nesta terça-feira (10), no povoado de Jacaré, distrito de Itamotinga, de reunião com representantes da Associação Agropecuária dos Produtores do João Paulo II para tratar da inclusão dos mesmos no Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR) do governo federal com a parceria do governo da Bahia.

A associação de produtores rurais que existe há 15 anos foi contemplada com o Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF), o qual oportunizou a criação de 51 lotes de 9,8 hectares, beneficiando todos os associados.

“Nossa associação que possui 51 famílias, foi contemplada com o programa governamental – PNCF. Agora estamos tendo a possibilidade de fazer a regularização do quadro social e de pleitear as casas do Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR) – um programa federal com parceria do estado através da CAR e CDA que vai beneficiar as famílias com casas populares. Caso os produtores estejam aptos e dentro dos critérios estabelecidos, podem receber as unidades habitacionais”, explicou a presidente da Associação Agropecuária dos Produtores do João Paulo II, Joelma da Silva

Representantes da Coordenação de Desenvolvimento Agrário (CDA) e da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) vinculados à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) da Bahia, explicaram aos produtores presentes as vantagens do programa e os critérios para inclusão. “Caso os produtores recebam essas unidades, eles podem optar por criar uma agrovila ou construir suas casas em seus lotes rurais. Conseguimos para o estado da Bahia 300 casas e a CAR irá avaliar e diagnosticar os produtores daqui, para constatar quem está apto a receber as casas que serão financiadas pela Caixa Econômica Federal”, explicou o geólogo e representante da CAR e CDA, Jorge Reis.

Alguns dos critérios exigidos para a participação do programa habitacional é não ter outros financiamentos, não ser beneficiado com outros programas governamentais do gênero, não ter cadastro ativo em um dos órgãos de proteção ao crédito (SPC, Serasa, CCF), entre outros. A titular da ADEAP, Elayne Borges, explicou que a prefeitura de Juazeiro é parceira da ação através de assistência técnica, assessoria jurídica e outras.

“A Prefeitura através do prefeito Paulo Bomfim é parceira de toda ação que foque no desenvolvimento das comunidades de Juazeiro. Estamos aqui para somar através dos nossos profissionais com a assistência técnica, assistência jurídica e toda ação que seja ligada ao governo e esteja ao nosso alcance. Desejo boa sorte nessa nova etapa para o crescimento e fortalecimentos dos produtores dessa região”, destacou.

Logo-Juazeiro-BA

Copyrigth © 2020 Prefeitura Municipal de Juazeiro