Juazeiro/BA, 27 de novembro de 2020


Covid-19

3º Fórum Intersetorial de Saúde Mental de Juazeiro é realizado dentro da programação do Janeiro Branco

ASCOM em 25/jan/2019

Débora Sousa/Sesau

A Secretaria Municipal da Saúde em parceira com a UNIVASF realizou quinta-feira (24), o 3º Fórum Intersetorial de Saúde Mental e reuniu os vários dispositivos de saúde do município que fazem parte da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), como Atenção Primária e Especializada, Centros de Referência de Assistência Social, UPA, SAMU, Promotoria, Núcleo Regional de Saúde entre outros. O objetivo é discutir os fluxos de cuidado dos usuários em sofrimento psíquico.

O evento contou com a participação de profissionais da rede de atenção básica e especializada, profissionais dos Centros de Atenção Psicossocial do município, representantes da secretaria de saúde do Estado da Bahia e do Estado de Pernambuco, além da Promotora de Justiça da área de saúde e deficiência da comarca de Juazeiro, Rita de Cássia.

Durante o Fórum foi apresentado e discutido o fluxo do Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF) e, de acordo com a Gerente do NASF Rebeca Santana, o encontro visa reforçar e definir em rede os fluxos de encaminhamento e atenção pelo serviço. “O fluxo da rede distribuiu bem os locais para onde os pacientes podem ser encaminhados ou não. Essa era uma demanda prioritária do NASF, uma vez que é necessário ter clareza do papel de cada setor para assim haver a promoção da saúde que leva a prevenção de inúmeras doenças”, pontuou.

Todas as discussões dentro da programação do Janeiro Branco, mês de cuidados e atenção com a saúde mental, são voltadas especificamente para a capacitação dos profissionais da rede municipal de saúde em serviços como SAMU, UPA e Hospital Materno Infantil. Além disso, contempla os profissionais da área de segurança a exemplo dos profissionais da Companhia de Segurança, Trânsito e Transportes (CSTT), Polícia Militar da Bahia e também para os Agentes de Portaria.

Para a Promotora de Justiça de Saúde e Deficiência, Rita de Cássia, as discussões são importantes tendo em vista que o Fórum Municipal de Saúde Mental é demanda do Ministério Público junto à SESAU. “É a primeira vez que participo do Fórum e as discussões são relevantes porque esclarecem aos profissionais que trabalham na área de saúde mental todas as demandas e especificidades da rede. Saio feliz porque é algo que já vem sendo estimulado pelo próprio MP para que estes profissionais sejam capacitados e discutam em rede todas as questões envolvendo a saúde mental do município”, explicou.

Questões voltadas ao público LGBT+, relacionadas aos transtornos e abordagens da saúde voltadas a este público também foram discutidas, além da existência do Grupo Terapêutico. De acordo com a Assessora de Planejamento da SESAU, a psicóloga Luciana Florintino “reunimos diferentes setores da secretaria da saúde do município, representantes da saúde estadual da Bahia e Pernambuco e esse reforço e alinhamento dos serviços está facilitando e reforçando os conhecimentos sobre o fluxo em nossa rede. As discussões são de forma geral e o conhecimento adquirido a partir destes encontros leva a um melhor encaminhamento e direcionamento para os serviços de saúde da nossa rede”, concluiu.

O Fórum serviu ainda para ampliar a discussão sobre o Hospital Nossa Senhora de Fátima (Sanatório), que a partir de 1º de fevereiro passará a funcionar em serviço de portas fechadas recebendo somente pacientes via regulação.

 

Logo-Juazeiro-BA

Copyrigth © 2020 Prefeitura Municipal de Juazeiro